Acorda! Acorda!

Uma certa vez estava passando por uma calçada, que por sinal estava em péssima conservação, entretanto em um certo momento deparo-me com um casal de pai e filho, estavam discutindo e como tive que parar próximo a fim de resolver algum problema por ali, não pude deixar de ouvi-los.

Na ocasião, a discussão era em torno da escolha da profissão do filho.

O pai quer que ele fosse um médico, como muitos do planeta tem em comum, como se só existisse esta profissão e que ela irá dar um mar de dinheiro, pura eloqüência. O filho quer ser arquiteto. O pai discutia com ele e em todos os instantes afirma seu ponto de defesa: que o filho não fosse arquiteto por ser uma profissão de gay enrustido, para não dar na cara que ele seria um decorador, iria fazer arquitetura. Que idiotice deste pai, enfim o papo foi longe e terminou, se é que teve fim em sua casa.

Há sempre aqueles pais em que pensam que nós somos cadernos de colorir, onde eles vêem somente preenchendo com suas cores preferidas.

Interessante é que esta frase não se enquadra somente nestes aspectos. Ela pode ser levada para qualquer canto e aplicada em muitos pontos.

Uma delas: você na certa já deve ter passado por isso, de uma outra pessoa se encarnar em você e ela querer que você se torne o deus dela, que você seja a perfeição que ela tanto esperou, que ela queira que amamos com a mesma intensidade em que esta nos ama, enfim estamos sendo coloridos, ao invés de nós colorir, esta quer colorir nossa vidas.

A grande verdade é algumas pessoas não se tocam e pensam que somos idiotas, burras e que vamos deixar ela conduzir a situação.

Ouuuu....... Acorda, não somos e nem seremos seu caderno de desenho!

7 troca de idéias:

Regina disse...

Meu amigo will!
Nem sempre os pais querem fazer dos filhos seus cadernos de colorir, muitas vezes nós pais, só queremos transmitir nossos conhecimentos e acredito sim que de certa forma falhamos em explicar de forma serena nossas experiências.
A mais pura verdade, é que nós, os pais, queremos evitar sofrimentos aos nossos amados filhos.
Muitos de nós, ainda nem descobriram qual profissão que queremos seguir.Aquela... de nossa vocação!
Muitos passam pela vida sem descobrir...
E talvez por isso, queiram opinar na vida dos filhos...
Porém, também existem pais, que ainda não evoluiram, que ensinaram conforme aprenderam e esquecem que o mundo criou proporções tecnológicas fascinantes...A vida não pára,por isso devemos evoluir dia-a-dia.
E apesar de tudo isso, creio que muuitos de nós,pais, erramos por amar demais.
Portanto, dê uma chance...Diálogo é a melhor medida entre duas diferenças,mas não esqueça jamais de que se não fosse por seus pais, com certeza, você não estaria aqui pra divergir de forma tão eloqüente.
Muito obrigado meus pais, pela oportunidade de hoje estar aqui,vivendo essa vida maravilhosa e crescendo espiritualmente cada dia do meu viver!!
Um abraço

hashmalim disse...

E bem verdade que nem um filho é o caderno de desenho dos pais.Porém os filhos em formação precisam dos pais pra terem condições de saber andar e fazer as proprias escolhas...Não se pode deixar os filhos largados neles mesmo. Tem que existir um principio dado pelos pais...

Quanto a pessoas que queiram que o outro se torne o deus...Acho que ai esta um meio de querer tomar posse do outro...E lhe garanto não é facil e nem é bom se tornar a encarnação do outro...

Acho que ser complementar é bem mais agradavel pra manter intacto o EU de cada um...

E muito dificil se acordar de pesadelos como esse que você tenta passar aqui nesse post...

Que bom que você esta reagindo pra algo lhe incomoda...

Beijos

o maluco sadio disse...

olá, willlians! Muito interessante seu blog também, gostei dos textos. Continue escrevendo, porque escrever é uma viagem xD sinceramente, coisa de louco, mas coisa de louco muito bem direcionado. Continue que o futuro há de dizer o que será, e leia muito também! Regularmente visitarei seu blog, estou ansioso por novos textos. Um abraço e as melhores recomendações.

ki-colado disse...

Em verdade nada acontece sem a permissão de Deus. Ele é aquele que borda nossas vidas...

Edna Federico disse...

É...seria tão mais fácil se cada um vivesse sua vida, seu destino.
Beijo

Regina disse...

Olá querido amigo...
Agradeço pela visita carinhosa ao meu blog.
Peço desculpas, se por acaso com meu jeito rude de ser te feri ou te magoei,é porque nem sempre sou singela...
Um abraço

Angel! disse...

Meu querido...
Tem coisas...
Em nossas vidas...
Que só com...
O tempo...
Para entender-mos...
Só muitos aprendizados...
Faz com que consigamos...
Aceitar...
Que nem tudo...
Que nos parece...
Ou que se apresenta...
Ao nosso entendimento...
É o melhor ou pior...
Para...Nós...

Um grande abraço...